Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/06/16 às 18h29 - Atualizado em 29/10/18 às 15h42

Ações da Controladoria-Geral do DF são apresentadas ao governador

COMPARTILHAR

Desenvolvimento do novo Portal da Transparência e programa de auditoria cívica são alguns dos projetos do órgão

O governador Rodrigo Rollemberg recebeu gestores da Controladoria-Geral do Distrito Federal na tarde desta quarta-feira (1º). Foram apresentados projetos em curso no órgão, como o desenvolvimento do novo Portal da Transparência, que trará informações mais amigáveis à população. Informações como despesas, receitas e salários de servidores serão alcançadas com uma média de três cliques. Atualmente são necessários 15 cliques. Ajustes e testes estão sendo feitos antes do lançamento.

A Controladoria-Geral também apresentou ao chefe do Executivo o Controladoria nas Escolas, que tem como público-alvo alunos dos ensinos fundamental e médio. A ideia é ensinar de forma lúdica como se faz uma auditoria, o que é educação fiscal, a importância do voluntariado e noções de combate à corrupção. O projeto será lançado nesta sexta-feira (3), na Escola Parque 307/308, na Asa Sul.

Auditoria cívica

Em 10 de junho, a Controladoria-Geral do DF, em parceria com o Instituto de Fiscalização e Controle (IFC), dará início ao projeto Auditoria Cívica na Saúde. O objetivo é capacitar cidadãos como fiscais da aplicação de recursos públicos nas unidades básicas de saúde. Assim, os voluntários do programa poderão avaliar os serviços básicos, mediante entrevistas com os gestores responsáveis, com os usuários e com as equipes de saúde da família.

Para a implementação do Auditoria Cívica na Saúde, a Controladoria-Geral, em parceria com a Faculdade Processus, capacitou mais de 400 alunos da instituição de ensino. Até dezembro de 2016, 139 unidades de saúde do DF serão fiscalizadas pelos auditores cívicos.

Participaram da reunião a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos; o controlador-geral do DF, Henrique Ziller; o controlador-adjunto, Marcos Tadeu; o ouvidor-geral do DF, José dos Reis de Oliveira; o subsecretário de Gestão Interna da Controladoria-Geral do DF, Fabrício Carpaneda; o subcontrolador de Transparência e Controle Social da Controladoria-Geral do DF, Diego Ramalho; e o subcontrolador de Controle Interno, Lúcio Pinho.