Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/05/18 às 15h51 - Atualizado em 29/10/18 às 15h44

CGDF apresentou experiência obtida na Indonésia em evento de controle interno no RS

COMPARTILHAR

 

Seminário de Gestão de Riscos e Controle Interno como Instrumento de Governança

 

A controladora-geral adjunta da Controladoria-Geral do DF, Liane Angoti, apresentou, no último dia 25, a palestra “Modelo IA-CM: uma experiência de conhecimento no Governo da Indonésia” no Seminário de Gestão de Riscos e Controle Interno como Instrumento de Governança, em Porto Alegre.

 

O evento teve o objetivo de oportunizar a valorização de iniciativas e multiplicar as boas práticas sobre a gestão de riscos e controle interno como instrumento de governança, sendo destinado aos gestores e aos auditores das organizações públicas de todo o Brasil.

 

A apresentação de Angoti foi feita em conjunto com Rodrigo Stigger Dutra, auditor interno e gerente de Auditoria de Pessoal da Diretoria de Auditoria Geral do Estado de SC (DIAG-SC), também integrante da delegação brasileira que visitou a Indonésia para conhecer o processo de implantação do IA-CM naquele país.

 

Segundo Angoti apresentou, “o modelo IA-CM ajuda a identificar onde devem ser investidos recursos e esforços em órgãos de controle interno, para que estes se tornem uma referência, buscando uma atuação mais efetiva, uma melhora na entrega de serviços à sociedade e à gestão”, disse.

 

Dutra complementou analisando que o IA-CM traz para a auditoria interna um caminho onde todos os participantes da organização conseguem entender o que está sendo feito e onde se quer chegar. “O modelo serve também como ferramenta de comunicação entre auditores, possibilitando ao auditor uma auto avaliação sobre sua produtividade, se o trabalho que está desempenhando trará benefícios para a sociedade”, acrescentou.

 

Os palestrantes mostraram que o objetivo da visita técnica à Indonésia foi alcançado, pois foi possível comprovar que a adoção do modelo IA-CM naquele país é um verdadeiro instrumento de governança e contribuiu sobremaneira para aumentar a capacidade do órgão de controle interno e assim da função de auditoria interna.

 

Liane Angoti também ministrou a palestra “COSO e as 3 Linhas de Defesa”.

 

O seminário foi promovido pela Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (CAGE/RS), Controladoria Geral do Município de Porto Alegre (CGM/POA) e Conselho Nacional de Controle Interno (CONACI), com o apoio do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS), do Conselho Federal de Contabilidade – (CFC) e do Banco Mundial.