Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/02/19 às 11h37 - Atualizado em 7/02/19 às 17h58

CGDF e CGE/PE trocam experiências sobre gestão de riscos e programas de integridade

A equipe da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) recebeu, nessa semana, auditores da Controladoria-Geral do Estado de Pernambuco (CGE/PE) para mostrar a sua experiência na aplicação da política de Gestão de Riscos e no desenvolvimento de Programas de Integridade, exigidos das empresas do DF para contratação com o Governo do Distrito Federal.

 

O diretor de Correição da CGE/PE, Filipe Castro, e o coordenador de Integridade e Governança Pública, Daniel Ricardo, foram recebidos pela controladora-adjunta da CGDF, Liane Angoti, a diretora de Integridade, Alexandra Joffily, o coordenador-geral de Auditoria, João Batista Machado, e o coordenador de Gestão de Riscos e Integridade, José Marco Andrade.

 

Segundo a diretora de Integridade, Alexandra Joffily, os auditores vieram para saber mais sobre a experiência da CGDF com a Lei 6.112/2018, que exige das empresas privadas o desenvolvimento de Programas de Integridade, para que consigam contratar com o serviço público. Ele deve ser desenvolvido até 1º de junho pelas empresas do DF. A norma tornou as contratações públicas mais transparentes e busca o combate à corrupção na Administração Pública. Existem discussões dentro da CGDF para aprimoramento da norma.

 

“Nós construímos o Programa de Integridade da CGDF e da Fundação Hemocentro e estamos prestando consultoria para que os órgãos públicos do DF implantem seus Programas de Integridade”, informou a diretora.

 

Alexandra Joffily destacou que outro assunto tratado na reunião foi a política de Gestão de Riscos. “Falamos da implantação da Política de Gestão de Risco nos órgãos do Distrito Federal. Cerca de mil servidores já foram capacitados pelos profissionais da CGDF, por meio da EGOV (Escola de Governo) a respeito do que trata essa política. Também fazemos o curso presencialmente, no próprio órgão, se a unidade tiver espaço físico e servidores interessados em fazer o curso”, observou.

 

A controladora-adjunta da CGDF, Liane Angoti, destacou que encontros como esse para compartilhar e trocar experiências contribuem muito para a consolidação das boas práticas que desenvolvemos no âmbito da CGDF. “Eles têm acontecido com frequência, pois engrandecem nossas discussões para o fortalecimento do sistema de controle interno dos estados, DF e do país. Estamos na era da colaboração”, disse.

 

Esse tipo de troca de experiência, conhecido como  Intercâmbio de Boas Práticas, foi implantado pela Assessoria de Relações Institucionais (ARIN) da CGDF.

 

Conheça mais sobre a Secretaria da Controladoria-Geral de Pernambuco, leia o Caderno de Relações Institucionais CGE/PE.