Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/09/20 às 19h47 - Atualizado em 21/09/20 às 19h54

CGDF participa do lançamento do Plano de Capacitação para o Programa de Integridade da SDE

COMPARTILHAR

O plano oferece, dentre outros, cursos na Escola de Governo, Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e Escola de Governo do GDF

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) lançou, na quinta-feira (17), o seu Plano de Capacitação para o Programa de Integridade que visa instituir uma cultura organizacional comprometida com a prevenção, detecção e remediação de fraudes e atos de corrupção. Em uma reunião on-line coordenada pelo secretário José Eduardo Pereira Filho, o lançamento destas diretrizes de gestão teve participação massiva de servidores e de convidados, como a subcontroladora de Governança e Compliance da CGDF, Joyce de Oliveira.

 

“Quero parabenizar a Sedes e todos os órgãos que vêm se destacando nas boas práticas de governança e compliance. É de extrema importância que os órgãos tenham seus programas de integridade, pois o aculturamento é peça primordial para que o projeto se consolide na Secretarias”, destacou a subcontroladora.

 

O plano oferece, dentre outros, cursos na Escola de Governo, Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e Escola de Governo do GDF. “Vamos ampliar a formação do servidor e melhorar a qualidade da prestação do serviço ao cidadão”, disse o titular da SDE. Ele comparou a implantação do programa a tomar um CHÁ, só que de Conhecimento, Habilidade e Atitude.

 

O Plano de Capacitação prevê, também, que os servidores busquem participar, de forma periódica, de cursos voltados à área de integridade e ética. A escolha dos temas levou em consideração pesquisa sobre a preferência dos servidores.

O secretário Executivo da SDE, Bruno Wattanabe, ressaltou que a qualificação dos servidores é essencial para aprimorar a prestação do serviço para prevenir fraudes, mas também melhorar ainda mais a qualidade do trabalho e o profissionalismo.

 

O chefe de Gabinete da SDE, Marcos Tadeu ressaltou que além de desenvolver competências exigidas pela Secretaria os servidores terão oportunidades de agregar conhecimentos, habilidades e atitudes que vão melhorar sua empregabilidade.

 

O Programa de Integridade estava previsto no Plano de 100 Dias, lançado pelo secretário José Eduardo quando tomou posse no cargo, e terá duração inicial de seis meses. Após este período, a ação será reavaliada pelo Comitê Interno de Governança Pública. O comitê vai avaliar o número de servidores capacitados no período e os que tiveram os melhores desempenhos.

 

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social do DF