Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/01/16 às 11h08 - Atualizado em 29/10/18 às 15h40

Combate à corrupção é tema de encontro com OAB-DF

COMPARTILHAR

O Controlador-Geral do DF, Henrique Ziller, visita seccional e coloca CGDF à disposição para trabalho em conjunto.

 

Apresentar a Controladoria-Geral do DF como um órgão pronto a colaborar com a Comissão de Combate à Corrupção da OAB-DF, esta foi a proposta levada pelo Controlador-Geral, Henrique Ziller, aos membros daquela seccional, em encontro realizado no dia 21 de janeiro. A reunião foi uma iniciativa com o objetivo de ampliar as possibilidades de atuação da Controladoria-Geral na orientação e controle da correta gestão dos recursos públicos.

 

Ziller apresentou a CGDF como uma parceira das ações de combate à corrupção e afirmou que deseja trazer uma visão mais ampla sobre o tema para dentro do órgão. “Viemos abrir as portas da Controladoria-Geral para construirmos um canal de diálogo”, disse Ziller ao convidar a diretoria da OAB para conhecer como as atividades da CGDF estão estruturadas para atuar no controle de gestão pública.

 

O controlador-geral também falou da característica do governador Rodrigo Rollemberg que em sua trajetória política sempre priorizou a transparência.  “A orientação é para que tenha total transparência e neste ponto há efetividade”, afirmou Ziller, ao lembrar que o Distrito Federal está entre as unidades da Federação mais transparentes do país de acordo com a Escala Brasil Transparente da Controladoria-Geral da União.

 

Os representantes da OAB-DF foram receptivos à iniciativa do Controlador-Geral e apresentaram pontos importantes para a atuação daquele colegiado, como o projeto de diálogo a ser estabelecido com os órgãos do Governo do Distrito Federal com vistas a apontar as reflexões que precisam ser feitas e receber pautas de debates.

 

Além de o tema ser tratado em conjunto com órgãos de controle, o presidente da OAB-DF, Juliano Costa Couto, informou que a perspectiva é fazer um debate fora dos meios tradicionais e dar um enfoque educativo aos trabalhos da comissão. “Nosso debate será com os servidores da área de saúde, as escolas, estudantes e pais de alunos”, disse.

 

A reunião permitiu troca de ideias e percepções sobre a corrupção no âmbito da administração pública local e nacional e como a questão está sendo tratada pelos órgãos de controle e fiscalização e pela sociedade civil organizada. CGDF e OAB se prontificaram a estreitar atuação em torno do objetivo comum de combater a corrupção.

 

Participaram da reunião o assessor jurídico-legislativo da CGDF, Breno Albuquerque, o diretor tesoureiro da OAB-DF, Antônio Alves, o presidente da Comissão de Combate à Corrupção da OAB-DF, Antônio Rodrigo Machado, o conselheiro, Elísio Freitas, e a advogada membro da Comissão, Juliana Dato Leal.