Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/09/19 às 14h59 - Atualizado em 7/10/19 às 17h18

Controladoria-Geral do DF abre processo seletivo para atuação na área de Correição Administrativa

COMPARTILHAR

Currículos podem ser enviados até o dia 04 de outubro de 2019

 

Está aberto processo seletivo para atuação de servidores em procedimentos administrativos disciplinares (PAD), realizados pela Coordenação de Procedimentos Administrativos Disciplinares e de Fornecedores (COPDF), e em tomada de contas especiais (TCE), realizadas pela Coordenação de Tomada de Contas Especiais (COTCE), da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF). A seleção será feita conforme critérios e procedimentos estabelecidos na portaria n° 397, de 11 de setembro de 2019.

 

Os interessados em participar do processo seletivo têm que ser integrantes das carreiras de nível médio ou superior da Administração Pública do GDF. A avaliação dos candidatos será realizada por meio de análise de currículo, levando em consideração o tempo de experiência na área de correição e as especializações do servidor, e de entrevista presencial com a Subcontroladora de Correição Administrativa da CGDF, Luciana da Silva Barbosa.

 

Os currículos já estão sendo recebidos e os interessados podem enviá-los até o dia 04 de outubro, em formato PDF, para o e-mail: sucor@cg.df.gov.br.

 

As entrevistas ocorrerão entre os dias 07 e 11 de outubro de 2019 e o resultado da seleção será divulgado no dia 15/10 no site da CGDF: www.cg.df.gov.br.

 

O servidor cujo regime de trabalho seja de 40 horas semanais poderá cumprir, em caráter complementar ao equivalente a sua jornada de 8 horas, até 1 hora por dia trabalhado em regime de sobreaviso, conforme Portaria Interna nº 23, de 26 de junho de 2019, da CGDF.

 

O servidor poderá realizar serviços sob a forma de Teletrabalho, consoante Decreto n. 39.368 de 04 de outubro de 2018, e regulamentado pela Portaria nº 49, de 1º de fevereiro de 2019, desta Controladoria-Geral.

 

Para mais informações, acesse aqui a Portaria n° 397, de 11 de setembro de 2019.