Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/10/17 às 21h19 - Atualizado em 29/10/18 às 15h35

“Controladoria-Geral Sustentável” visa transformar os hábitos no ambiente de trabalho e divulgar práticas de sustentabilidade

COMPARTILHAR

Confira o que já foi feito

A preocupação com as questões socioambientais é assunto recorrente no nosso dia a dia. Conectada com a pauta da sociedade e da vida contemporânea, a CGDF inseriu a temática no Plano Estratégico Institucional – PEI 2016-2019, no qual foi estabelecido o indicador Taxa de Adoção de Práticas de Sustentabilidade Socioambiental, vinculado ao Objetivo Estratégico nº 9.

Para dar vida ao indicador, a SUBGI criou o Projeto Controladoria-Geral Sustentável e tem desenvolvido várias iniciativas que visam formar um senso crítico dentro do ambiente de trabalho, voltado à sustentabilidade.

A primeira ação, iniciada em dezembro de 2016, foi o estudo dos leiautes das salas com a finalidade de remover lâmpadas ligadas nas proximidades das janelas, situadas em áreas de pouca circulação ou longe das estações de trabalho. O projeto piloto ocorreu na SUBGI, de onde foram retiradas 106 lâmpadas, possibilitando uma redução no consumo de energia elétrica estimada em 6.708 KWh no período de um ano. Isto significa uma economia de aproximadamente R$ 4.334,97.

A ação de redução das lâmpadas foi concluída no 13º e 12º andares no mês de julho deste ano, chegando ao total de 411 unidades desligadas. A estimativa é de uma economia de aproximadamente R$ 12.080,71 ao ano.

O levantamento para retirar das lâmpadas do 14º andar já foi feito. A partir deste mês, será retomado o remanejamento.

O uso racional de copos descartáveis foi outra campanha adotada. Na CG, estávamos consumindo mensalmente a média de 13.475 unidades. Em agosto de 2017, todos servidores receberam canecas de fibra de coco para substituição dos descartáveis. Depois da troca, o consumo médio mensal foi o equivalente a 2.266 copos. Uma redução de 84%.

Ainda na ação de redução de copos, uma máquina de gelo foi adquirida, já que a água fresquinha servida diariamente aos servidores era com gelo feito nos descartáveis. 

Em parceria com o Projeto Vida e Bem Estar, aproximadamente 250 caixinhas personalizadas e confeccionadas com papéis reutilizados foram distribuídas para uso de recadinhos. Também, foram entregues em algumas salas 26 caixas coletoras para que os servidores juntem papeis com verso em branco, visando à reutilização.

Um evento que agradou aos servidores foi a Sexta Cultural que distribuiu mudas de pimenteiras cultivadas aqui na CGDF. Além do agrado, o servidor Vladimir Wuerges, pós-graduado em Sistemas de Gestão com Foco em Sustentabilidade pela UFF, fez breve palestra sobre sustentabilidade.

Em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a CG aderiu à campanha do BRB e disponibilizou caixa coletora para o descarte de resíduos eletrônicos.  

A animação foi grande no I Arraiá Sustentável da CGDF. A festa foi adornada com enfeites confeccionados a partir de diversos materiais – garrafas, fitas, retalhos, barbantes, etc – doados pelos servidores.

Caminhada no Parque da Cidade com a temática sobre a importância das árvores e palestra sobre Gestão de Resíduos Sólidos foram iniciativas implementadas. Há outras previstas. Todas visando transformar os hábitos individuais e coletivos dentro do ambiente de trabalho, auxiliando na divulgação de melhores práticas de sustentabilidade, para auxilio e minimização dos impactos socioambientais.

As ações do projeto de sustentabilidade foram tema do Papo Estratégico realizado em novembro de 2016.

No PEI, o indicador tem a meta de alcançar, em 2017, 40% das práticas estabelecidas no plano de ação. A medição será feita em dezembro.

Leia também...