Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/04/17 às 11h39 - Atualizado em 29/10/18 às 15h40

Controladoria Setorial na Saúde tem primeira reunião de equipe com Controlador-Geral do DF e Secretário de Saúde

COMPARTILHAR

Criação da unidade está alinhada às normas internacionais para o controle interno

 

No último dia 31, o Controlador-Geral do DF, Henrique Ziller, e o Secretário de Saúde, Humberto Costa, reuniram-se pela primeira vez com os servidores que vão trabalhar na Controladoria Setorial da Saúde, com os objetivos de conhecer a equipe e informar as diretrizes para o desenvolvimento das atividades. A unidade contará com cerca de 100 servidores que vão atuar com a finalidade de melhorar os processos internos, reforçar o controle primário e contribuir para a efetividade da gestão da saúde pública do DF.

 

O controlador-geral do DF, Henrique Ziller, afirmou que a unidade descentralizada contará com a atuação das quatro áreas finalísticas da Controladoria-Geral, e explicou o trabalho a ser desenvolvido pelo controle interno, correição administrativa, transparência e ouvidoria. “As ações aqui terão o respaldo da CGDF”, disse Ziller, que colocou toda a estrutura do órgão à disposição da equipe Setorial.

 

Em seguida, a chefe da Assessoria de Harmonização Central da CGDF, Liane Angoti, apresentou o modelo de controle interno adotado pela Controladoria-Geral, conforme as melhores práticas internacionais, e as ações necessárias para a efetividade da atividade de auditoria. Segundo a servidora, a unidade descentralizada na Saúde está de acordo com as diretrizes do Instituto de Auditores Internos do Brasil.

 

O secretário de Saúde, Humberto Fonseca, falou da harmonia de intenções entre a CGDF e a Saúde e afirmou que a presença do controle interno ajudará a gestão a encontrar o caminho certo. “Espero conseguir implementar todos os objetivos da CGDF e que também são da Saúde”, anunciou.

 

“Vamos capitanear todas as ações para que tenhamos a maior efetividade possível”, disse Alisson Melo Rios, responsável pela unidade da CGDF na Saúde, ao final da reunião.

 

A unidade será formalizada por meio de decreto, com data prevista de publicação no início de abril.