Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/09/16 às 20h36 - Atualizado em 29/10/18 às 15h34

Equipe da Controladoria-Geral do DF participa do lançamento da campanha Boas Práticas Começam com Você

COMPARTILHAR

Campanha do Metrô incentiva as boas práticas dentro do sistema metroviário.

 

Foi lançada nesta segunda (26), na Estação Central (Rodoviária do Plano Piloto), a campanha Boas Práticas Começam com Você. Em parceria com a Controladoria-Geral do DF, é um apelo para que, colocando-se no lugar do outro, o usuário – que embarca e desembarca todos os dias em cada um das suas 24 estações – reflita sobre as suas atitudes diárias.

 

Grandes painéis foram espalhados por todas as estações, dentro dos trens e também circularão na TV Minuto – compartilhadas em todos os carros. Os painéis chamam atenção do usuário para que, entre outras ações, ele preste atenção nas suas bolsas e mochilas – carregá-las sempre à frente – para não incomodar os outros usuários.

 

No elevador, que dê preferência ao usuário com algum tipo de necessidade especial. Foram instalados adesivos vermelhos avisando sobre a exclusividade. O uso inadequado e o excesso de peso acabam danificando o equipamento, prejudicando o atendimento àqueles que mais necessitam dele. E se estiver sem pressa, atenção: libere a faixa da esquerda da escada rolante para quem precisar andar mais rápido.

Prestar atenção ao som que ouve, para não incomodar quem está ao lado. E, dentro do trem, saber que os assentos preferenciais são destinados a quem realmente precisa: pessoas com deficiência, gestantes e idosos. Isso é mais do que educação. É um dos maiores gestos de cidadania.

 

E um dos principais tópicos, o que desencadeou a campanha do Metrô-DF, é “não pegue nada que não for seu”. Se achou alguma coisa, entregue a um funcionário da estação ou deixe no Achados e Perdidos do Metrô, na Estação Galeria. Nada que não é seu deve ficar com você. Isso é princípio de honestidade em tempos de um país tão desacreditado.

 

Lei de Gerson

O presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado, na abertura da solenidade, disse que a campanha tem como objetivo fixar no subconsciente, no coração e mente das pessoas. “É hora de pararmos com essa ideia da Lei de Gerson, que diz que temos que levar vantagem em tudo. Não pode ser assim”.

 

Henrique Moraes Ziller, controlador-geral do DF, disse que está otimista com os novos rumos do Metrô: “É um privilégio fazer parte dessa campanha: Tenho certeza de que ela induzirá um novo comportamento do cidadão”.

 

Antes do evento, Ziller e servidores da Controladoria-Geral do DF fizeram uma visita técnica à Estação do Metrô em Águas Claras, onde foram apresentados aos projetos da empresa sobre gestão de riscos, de processos, e de governança.

 

O Metrô DF é um dos órgãos de alta complexidade em que a CGDF está implantando o projeto de gestão de riscos.