Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/07/17 às 19h21 - Atualizado em 29/10/18 às 15h34

Fazendo a diferença

COMPARTILHAR

Seis projetos da Controladoria foram habilitados para concorrer ao Prêmio Inova Brasília

 

Foi publicada no Diário Oficial do DF desta quarta-feira, 26 de julho, a relação de projetos classificados para concorrer ao Prêmio Inovação na Gestão Pública do Distrito Federal – Inova Brasília. Das 52 inscrições de 17 órgãos da administração direta, autárquica e fundacional do governo de Brasília, 39 foram habilitadas para a próxima etapa.

 

A Controladoria-Geral do DF teve seis projetos selecionados: Sistema Informatizado de Ouvidoria – OUV – DF, Programa Carta de Serviços ao Cidadão do Distrito Federal, Índice de Transparência Ativa – Lei de Acesso à Informação, Implantação de Gestão de Riscos no GDF, Implantação do Modelo de Capacidade de Auditoria Interna IA-CM, e Vida e Bem Estar.

 

Agora, as iniciativas habilitadas serão visitadas in loco por uma comissão técnica. Aquelas que receberem pontuação acima de 3,5 serão avaliadas pelo Comitê Gestor do Inova Brasília, composto por sociedade civil, academia e governo, que escolherá os vencedores de cada modalidade.

 

Os critérios adotados pelo comitê para a escolha dos projetos vencedores serão o caráter inovador, a efetividade dos resultados, a possibilidade de multiplicação e desenvolvimento de parcerias, além de aspectos de sustentabilidade e custo-benefício.

 

O resultado será divulgado no dia 24 de outubro. Os premiados receberão os troféus com o título de melhor iniciativa da categoria, além de uma quantia de R$ 5 mil.

 

“A Controladoria-Geral tem um corpo funcional extremamente qualificado. São servidores dedicados, criativos e comprometidos com a gestão pública, que têm preocupação em dar resultados efetivos para o Governo e para a população do Distrito Federal. A CGDF está de parabéns”, afirmou o controlador-geral do DF, Henrique Ziller.

 

Sobre o prêmio

O objetivo da iniciativa é reconhecer o trabalho dos funcionários públicos e as boas práticas do governo nas áreas de uso eficiente dos recursos públicos, atendimento ao cidadão, valorização do servidor e práticas inovadoras.