Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/04/13 às 15h02 - Atualizado em 29/10/18 às 15h35

GDF instala Conselho de Transparência e Controle Social

COMPARTILHAR

A Secretaria de Estado de Transparência e Controle instalou, na quarta-feira (10), o Conselho de Transparência e Controle Social do Distrito Federal.A Secretaria de Estado de Transparência e Controle instalou, na quarta-feira (10), o Conselho de Transparência e Controle Social do Distrito Federal. Instituído pelo governador Agnelo Queiroz, por meio do Decreto nº 34.032, de 12 de dezembro de 2012, o Conselho constitui Instância de participação da sociedade na formulação e acompanhamento de projetos e ações prioritárias da política de transparência do GDF e servirá também como espaço de articulação e mobilização social em torno do tema.
Criado a partir de demanda da própria sociedade, que o elegeu como uma das propostas resultantes da 1ª Conferência Distrital sobre Transparência e Controle Social (1ª Consocial), o Conselho de Transparência e Controle Social do DF (CTCS) é formado, paritariamente, por 20 membros: dez representantes do governo e dez representantes da sociedade civil, sendo que quatro deles foram eleitos pelos próprios delegados da Consocial para comporem o Conselho.
Segundo a secretária de Transparência e Controle, Vânia Vieira, “a criação deste conselho vem efetivar o compromisso deste Governo com a participação da sociedade na construção conjunta de uma política de transparência e combate à corrupção para o Distrito Federal. Queremos aqui ter um relacionamento aberto e democrático com a sociedade para que possamos refletir sobre as medidas já adotadas pelo GDF e propor a implementação de novas ações para que possamos seguir avançando na transparência e no controle social”.
Em sua 1ª Reunião, o Conselho dedicou-se à análise e discussão das ações desenvolvidas pela Secretaria de Transparência e Controle. Os membros do CTCS puderam também expor suas experiências com relação às iniciativas apresentadas e sugerir pautas para os próximos encontros do Conselho. “Estamos muito satisfeitos com a criação deste conselho e de poder fazer parte dele porque o povo quer ter participação social não só para reclamar mas também para contribuir”, declarou Ataide Antonio dos Santos, representante da sociedade no Conselho, na condição de Delegado Eleito na 1ª Conferência Distrital sobre Transparência e Controle Social (1ª Consocial Distrital).

Saiba mais sobre o Conselho na página inicial desta Secretaria:   http://www.stc.df.gov.br/ 
O Decreto nº 34.263, de quatro de abril de 2013 designa os Conselheiros titulares e suplentes do Conselho de Transparência e Controle Social do Distrito Federal da seguinte forma:

Entre os representantes do Poder Executivo do Distrito Federal: Secretário de Estado de Transparência e Controle – Vânia Lúcia Ribeiro Vieira, como titular, e Alzira Ester Angeli, como suplente;  servidor efetivo da Secretaria de Estado de Transparência e Controle – Edilson Felipe Vasconcelos, como titular, e Maria Ester Lessa Brandão Moraes, como suplente;  Casa Civil – Cilair Rodrigues de Abreu, como titular, e Vandson Kléber da Silva, como suplente; Secretaria de Estado de Governo – Reinaldo Chaves Gomes, como titular, e Renata Guedes Neves, como suplente; Secretaria de Estado de Fazenda – Ana Cecília Maria Estellita Lins, como titular, e Hélio Araújo Ferreira, como suplente; Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento – Diego Jacques da Silva, como titular, e Flávia Rodrigues Guimarães, como suplente; Secretaria de Estado de Comunicação Social – Cristiana Suppa, como titular, e Andressa Lanzellotti, como suplente.

Entre as autoridades públicas convidadas: Ministério Público do Distrito Federal e Territórios – Maria Lúcia Moraes, como titular, e Roberto Carlos Silva, como suplente; Tribunal de Contas do Distrito Federal – José Barbosa dos Reis, como titular, e Sebastião Cal de Miranda, como suplente; Câmara Legislativa do Distrito Federal – George Alexander Contarato Burns, como titular, e William Torres Magalhães, como suplente.

Entre os representantes da Sociedade Civil: Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) – Jovita José Rosa, como titular, e Diego Ramalho Freitas, como suplente; Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC) – Cleomar Souza Manhas, como titular, e José Antônio Moroni, como suplente; Agenda 21 de Taguatinga – Davi Silva Fagundes, como titular, e José Ferreira Simões, como suplente; Instituto de Fiscalização e Controle (IFC) – Henrique Moraes Ziller, como titular, e Denis Moura, como suplente; Central Única das Favelas (CUFA) – Max Maciel Cavalcanti, como titular, e Kim de Souza, como suplente; Sindicato dos Servidores Públicos Civis da Administração Direta, Autarquias, Fundações e Tribunal de Contas do Distrito Federal (SINDIRETA) – Zulmira Inês Lourena Gomes da Costa, como titular, e Gilton de Amorim, como suplente; Delegados Eleitos na 1ª Conferência Distrital sobre Transparência e Controle Social (1ª Consocial Distrital) – Idelson da Silva Sousa, como titular, e Rodrigo Muniz da Silva, como suplente; Cláudio Bandel Tusco, como titular, e Djalma Silva do Nascimento, como suplente; Ataide Antonio dos Santos, como titular, e Jeferson Maximino Pinto, como suplente; e Firmino José Alves, como titular, e Márcio Apolinário de Oliveira Silva, como suplente.