Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/09/16 às 21h12 - Atualizado em 29/10/18 às 15h35

Governo lança novo sistema de ouvidorias do DF

COMPARTILHAR

Acesso ao site está mais fácil e rápido. Uma das novidades é a opção de abrir a plataforma no smartphone

 

Com acesso facilitado e mais rápido, o novo sistema de gestão das ouvidorias do DF foi lançado nesta segunda-feira (5) pelo governo. Entre as novidades está a possibilidade de abrir a plataforma por meio de smartphone.

 

 “Antigamente, quando o cidadão registrava algo, ele tinha de entrar no sistema, fazer o cadastro e passar por várias telas até chegar ao fim”, explicou o ouvidor-geral do DF, José dos Reis de Oliveira, ao destacar que o processo era necessário a cada novo acesso. Agora, quem entra na plataforma se inscreve com o CPF e uma senha uma única vez. “É uma espécie de conta de e-mail”, exemplificou. Lá, é possível acompanhar todos os registros.

 

A cada vez que a solicitação tramita, a pessoa recebe um aviso, no e-mail cadastrado, sobre o andamento do assunto. Além disso, passa a ser permitido anexar arquivos de vídeo, áudio e fotografia na demanda.

Sistema de ouvidorias do DF é georreferenciado

O novo sistema é georreferenciado. Com isso, o gestor saberá exatamente de onde vem determinada participação. “Se o cidadão quiser, por exemplo, registrar uma demanda de tapa-buraco, ele tira a foto no local, e já vai a informação de onde fica o buraco”, esclareceu o ouvidor-geral.

 

Segundo Oliveira, outro ganho é que agora o requerente determina se o registro foi finalizado ou não. Ele terá uma página para avaliar o atendimento.

 

Para o governador Rodrigo Rollemberg, que participou do lançamento nesta segunda-feira (5), a plataforma mais acessível significa um avanço na proximidade do governo com a sociedade. “Isso vai permitir uma participação maior dos moradores, apontando problemas e obrigando o governo a agir mais rápido.”

Tipos de demanda no sistema de ouvidorias do DF

Ao entrar no , a pessoa tem acesso a seis ícones: elogio, sugestão, solicitação, informação, reclamação e denúncia. Ao clicar em um deles, há instruções de como prosseguir. São apenas três passos até a conclusão do registro.

 

Também na primeira página, estão disponíveis os números de manifestações, de tempo médio de atendimento e de cidadãos atendidos. Ainda é possível saber o perfil das pessoas que participam enviando demandas.

 

O sistema estava em teste desde 18 de julho, com manifestações relacionadas exclusivamente à Saúde. A partir de hoje, 05/09, está funcionando para todos os órgãos do GDF. Para acessar dados anteriores o cidadão deve consultar AQUI .

 

O controlador-geral do DF, Henrique Moraes Ziller, destacou que o sistema não teve custo para o governo, pois foi desenvolvido pela equipe da Subcontroladoria de Tecnologia e Informações Estratégicas da Controladoria-Geral do DF. Inclusive, a ferramenta foi disponibilizada para a Ouvidoria do Estado de São Paulo, que se interessou pelos benefícios do OUV DF.