Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/04/16 às 12h17 - Atualizado em 29/10/18 às 15h37

Nova orientação estratégica para a CGDF

COMPARTILHAR
Orientação para resultados é um dos principais focos do Plano Estratégico CGDF 2016-2019. Engajamento de todos os servidores é fundamental
A cerimônia de lançamento do Plano Estratégico CGDF 2016-2019 aconteceu na quinta-feira (31), no auditório da Câmara Legislativa, com a presença maciça dos servidores. Com a participação do secretário adjunto de Gestão Estratégica da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Gomes, e do especialista e palestrante em Gestão Estratégica, Lawrence Missipo, a tônica do evento foi a importância da atuação e empenho de cada servidor para que os objetivos, metas e indicadores do planejamento estratégico sejam alcançados.

Na abertura do evento, a Chefe da Assessoria de Gestão Estratégica e Projetos, Raissa Rossiter, apresentou o plano em suas linhas gerais, destacando a intensa participação das unidades da CGDF por meio do Grupo de Trabalho instituído e seus diversos times. Ressaltou também a direta vinculação do plano à estratégia do Governo do Distrito Federal e a relevância da visão proposta pelo Controlador-Geral do DF, Henrique Ziller.

 

Em sua fala, o representante da SEPLAG afirmou ser gratificante ver um órgão tão importante na estrutura do Governo do Distrito Federal envolvido diretamente na construção do sonho que é a implantação do planejamento estratégico no âmbito do Executivo local. Nelson Gomes disse que é ocupante da unidade responsável pela implantação da gestão estratégica e que percebe a aproximação da Controladoria-Geral com o trabalho do Governo de Brasília. “É um esforço grande e temos contado com o apoio da Controladoria. A CGDF não está focada em si mesmo”, ressaltou.

 

Ao explicar processo de construção da gestão estratégica do GDF, Gomes pontuou que o mapa estratégico somado ao Acordo de Resultados e às reuniões periódicas de avaliação dos órgãos e entidades da administração distrital formam os três elementos que permitirão resolver problemas e alcançar os resultados pretendidos. Ao final de sua participação, destacou o processo participativo para a elaboração do Plano da CGDF: “É muito importante, pois as metodologias não resolvem muita coisa se elas não tiveram participação, se não forem absorvidas pelas pessoas”, concluiu.

 

Missipo iniciou sua apresentação afirmando que o atendimento e definição das prioridades da sociedade dependem de planejamento e estratégias. Para tanto, a metodologia escolhida pela Controladoria do DF para a elaboração do plano, a Balanced Scored Card, está entre as dez mais bem sucedidas no mundo.

 

Segundo o palestrante, após a conclusão da etapa de definição dos objetivos e metas a serem alcançados agora depende dos servidores o desfecho do processo. “Desta vez, você é o ator principal. A organização depende do empenho de cada um para que se cumpra a estratégia. São os servidores que fazem a organização funcionar”, reforçou. “E se virássemos o caso de sucesso em planejamento estratégico em BSC para os outros se espelharem? E se alcançássemos o mais alto nível de excelência em gestão estratégia BSC?”, ponderou.

 

A cerimônia foi encerrada com as palavras do Controlador-Geral que fez uma reflexão sobre o serviço público prestado pelo Estado à sociedade e sobre como o planejamento é essencial para o alcance de resultados. Ziller solicitou aos servidores que acreditem no Plano e informou que vai trabalhar no âmbito de cada subcontroladoria, ouvidoria-geral e assessorias. “É preciso incluir a percepção de que aquilo que fazemos tem a ver com a melhoria da vida do cidadão. Se conseguirmos implementar a cultura do planejamento é a grande contribuição que temos a dar”, finalizou convidando todos a se empenharem para o alcance dos objetivos propostos.