Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/12/15 às 19h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h49

Portal da Transparência terá linguagem simples, informações mais claras e aperfeiçoamento no sistema de busca

COMPARTILHAR

As sugestões vieram da população em maratona organizada pela Controladoria-Geral do DF

Após análise e compilação das propostas dadas pela sociedade, a Controladoria-Geral do DF elencou as três mais votadas, que serão implementadas até março de 2016. Elas trazem uma proposta de mudança na usabilidade e conteúdo do Portal, com a utilização de uma linguagem simples e popular, com a inclusão de glossário interativo por exemplo, a melhoria na qualidade da informação, com informações mais amigáveis, de fácil compreensão e a criação de ferramenta de busca inteligente, com consulta de forma mais clara, direta e textual.

A quarta proposta, sobre o processo educativo do controle social, está sendo discutida em um projeto desenvolvido por este órgão, chamado Controladoria nas Escolas.

As quinta e sexta propostas estão sendo estudadas, no sentido de implementação de uma consulta das informações através de georreferenciamento e de uma versão gameficada do Portal.

A ideia agora, de acordo com o subcontrolador de Transparência e Controle Social, Diego Ramalho, é criar um cronograma para incluir as demais propostas, de acordo com a ordem na votação, a prioridade e a viabilidade de cada uma delas. “O nosso objetivo é tornar o Portal atrativo para a participação popular e nada melhor que atender às demandas que foram dadas pelo cidadão”, afirmou.

1ª Maratona da Transparência

O evento aconteceu no Dia Internacional de Combate à Corrupção, 09 de dezembro, no Palácio do Buriti, e trouxe a participação da sociedade como ponto principal. No evento, as 20 mesas discutiram temas importantes sobre o Portal da Transparência e apresentaram sugestões de melhorias.

O controlador-geral do DF, Henrique Ziller, ressaltou a importância de se discutir com a sociedade um aperfeiçoamento para o Portal. “Estamos inovando. Um evento como este, onde as pessoas participam, não é tradicional. Queremos desenvolver um portal, em que o cidadão tenha interesse em participar, acompanhar e colaborar com a fiscalização da gestão pública”, defendeu.

O secretário-geral da Associação Contas Abertas, Gil Castello Branco, elogiou a iniciativa da maratona e destacou que essa é realmente uma das formas de tornar o GDF transparente. “Os portais não são só um acompanhamento das contas públicas, mas da gestão”, afirmou.

Vale ressaltar que em 20 de novembro, o Distrito Federal foi considerado o governo mais transparente do País, no quesito transparência passiva, de acordo com a segunda edição da Escala Brasil Transparente, Controladoria-Geral da União. Ao lado do DF, ficaram Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais e São Paulo.