Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/07/16 às 18h24 - Atualizado em 29/10/18 às 15h46

Projeto de Gestão de Riscos é bem aceito por gestores do GDF

COMPARTILHAR

Após debate promovido pela Controladoria-Geral sobre a implantação do modelo, órgãos solicitam inclusão no projeto

A terceira edição do ciclo de debates Melhores Práticas de Governança, realizado no último dia 4, trouxe bons resultados para a gestão pública. Além do tema “Gestão de Riscos” ter sido apresentado para cerca de 140 servidores de 42 órgãos e entidades públicas do Governo do Distrito Federal, gestores solicitaram à Controladoria-Geral do DF que sejam incluídos no cronograma para implantação do projeto.

 

O ciclo de debates teve o objetivo de apresentar, aos servidores públicos da administração pública direta e indireta do Executivo distrital, a visão do projeto de implantação da gestão de riscos e seus benefícios para o aprimoramento da governança, na medida em que reforça os controles primários das auditadas, reduz as incertezas dos gestores na tomada de decisão, embasa a opção do gestor quanto a uma decisão gerencial e aumenta a credibilidade das Unidades Orgânicas do Governo do Distrito Federal.

 

Entre os debatedores, houve a participação da presidente do Hemocentro, Dra. Miriam Calmon, que falou da experiência bem sucedida com a gestão de risco. Segundo ela, a fundação foi impactada pelo projeto que deixa notável a diferença após sua implantação. Em sua fala, a presidente do Hemocentro fez relato sobre as etapas de implementação, a identificação de riscos e as boas expectativas para a governança.

 

O debate, reforçado pela apresentação do resultado efetivo alcançado no Hemocentro, chamou a atenção de órgãos como a Agefis, Secretaria de Justiça e Secretaria de Educação, que manifestaram interesse pela implantação do projeto. “Gostaríamos de uma agenda para já levantarmos algumas situações junto à nossa Unidade de Controladoria Interna com vistas a nos programarmos à preparação de uma inclusão de gestão de riscos em nossa estrutura”, escreveu Marcos Chavarelli, da Assessoria de Gestão Estratégica e Projetos da Secretaria de Estado de Educação, à CGDF.

 

Avaliação dos participantes

A CGDF recebeu bom retorno do público presente que entregou alto número de fichas avaliando a iniciativa em promover debate sobre gestão de riscos. Confira algumas manifestações positivas:

“Iniciativa da CGDF em disseminar boas práticas de gestão, buscando uma maior proximidade com os diversos órgãos e seus gestores”.

“Mudança de paradigma buscando uma atuação proativa e realmente preventiva por parte da CGDF”.

“Além da apresentação do tema, em termos teóricos, o exemplo prático do case hemocentro foi muito importante para entender o conteúdo apresentado”.

“Ressaltar a importância da gestão de riscos e, principalmente, a inter-relação com mapeamento de processos e governança”.

“Oportunidade de conhecer a operacionalização e a normatização da gestão de riscos no âmbito da Administração Pública”.

“Parabéns pela iniciativa da CGDF em realizar a gestão de riscos e em promover o presente debate”.