Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/05/16 às 17h02 - Atualizado em 29/10/18 às 15h46

Representantes de centro de pesquisa associado ao Massachusetts Institute of Technology – MIT visitam CGDF

COMPARTILHAR

Encontro visa conhecer atuação do órgão de controle e ajudar na implementação de programas de políticas públicas

 

No dia 3 de maio, os representantes do Centro de Pesquisa J-Pal, Desirée Lopes e Leonardo Shibata, foram recebidos na Controladoria-Geral do DF para conhecer a atuação do órgão e os projetos previstos no seu plano estratégico institucional 2016 – 2019. O objetivo do encontro foi apresentar as propostas que a CGDF tem para contribuir com a gestão do Governo do Distrito Federal e receber ajuda dos especialistas para melhorar a implementação dos projetos.

 

O centro de pesquisa J-Pal é associado ao Massachusetts Institute of Technology – MIT e tem por missão o acompanhamento da implementação de programas de políticas públicas em países em desenvolvimento com a finalidade de ajudar a redução da pobreza e promover a melhoria da qualidade de vida. J-Pal conta mais de 140 pesquisadores de universidades do mundo todo que auxiliam na assistência técnica de metodologias para avaliar o impacto de políticas públicas. “Temos a especialidade técnica em ajudar órgãos que implementam programas”, explicou Desirée. “O grande desafio do J-Pal é ajudar os programas de políticas públicas a terem melhor desempenho”, disse.

 

Na reunião, o subcontrolador de Transparência e Controle Social, Diego Ramalho, e o de Controle Interno, Lúcio Pinho Filho, acompanhados de suas equipes, o ouvidor-geral, José dos Reis, e o assessor de Projetos Especiais, Ednilson Lins Rodrigues, explicaram o funcionamento de suas respectivas unidades, cujas diretrizes são o controle interno alinhado a referenciais técnicos internacionalmente reconhecidos como boas práticas, o aperfeiçoamento da transparência na administração pública distrital, o fomento das ações de controle e participação social e o fortalecimento da ouvidoria como ferramenta de gestão.

 

Em suas explanações, os gestores da CGDF apresentaram os projetos em execução e consultaram acerca da possibilidade de ter a parceria dos pesquisadores a fim de serem aperfeiçoados. Hoje, o centro de pesquisa já acompanha a evolução da auditoria cívica, projeto sob a responsabilidade da Subcontroladoria de Transparência e Controle Social.

 

O presidente da Codeplan, Lúcio Remuzat Rennó Júnior, participou da reunião e explicou sobre o trabalho desenvolvido pela companhia na coleta, produção e disseminação de informações para a tomada de decisão governamental.

 

Trabalho de campo

No período da tarde, os representantes do centro de pesquisa acompanharam equipe da Subcontroladoria de Controle Interno que está realizando auditoria na Fundação Hemocentro. Eles tiveram a oportunidade de presenciar o trabalho na prática do controle interno e conhecer mais sobre a atuação da Controladoria-Geral do DF.