Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/07/19 às 10h05 - Atualizado em 8/08/19 às 9h20

Resultados do projeto “De Olho na Saúde” no Hospital da Região leste serão divulgados no dia 26 de julho

COMPARTILHAR

Na última semana, voluntários fizeram a manutenção de equipamentos, pintura e serviços de beleza para pacientes

 

O encerramento do projeto da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) “De Olho na Saúde” no Hospital da Região Leste (HRL, antigo Hospital do Paranoá) será no dia 26 de julho, no Salão Nobre do Palácio do Buriti. Na última semana, o hospital recebeu os primeiros benefícios do projeto, com voluntários que fizeram a manutenção de equipamentos hospitalares, pinturas na estrutura do hospital, e ofereceram serviços de beleza para os pacientes da unidade.

 

A equipe de voluntários, formada por membros da comunidade e por servidores, consertou macas, camas e cadeiras de acompanhantes que estavam quebradas. Houve a ajuda ainda do comércio local, que doou material para pintura e manutenção.

 

As áreas do Pronto-Socorro Adulto, Pediátrico e a Ortopedia do hospital receberam pinturas com grafite, feita por artistas locais, para tornar os ambientes mais agradáveis. Além disso, os voluntários ofereceram aos pacientes internados cortes de cabelo, penteados, maquiagem e massagens.

 

“O projeto De Olho na Saúde já superou as nossas expectativas para esse piloto. É muito gratificante ver a participação efetiva da comunidade, contribuindo para a melhoria da saúde pública do DF. O projeto visava justamente essa mudança de enfoque, no qual a sociedade se coloca ao lado do Estado em busca da melhoria dos serviços públicos, e isso foi atingido. Estamos muito otimistas”, ressaltou o subcontrolador de Transparência e Combate à Corrupção, Paulo Wanderson Martins.

 

O projeto piloto De Olho na Saúde no HRL começou no dia 9 de abril e busca estimular a participação ativa da população, para aprimorar os serviços públicos prestados pelas unidades de saúde do DF. O objetivo não é privilegiar apenas os problemas encontrados, mas também as possíveis soluções e as boas práticas existentes, que são identificadas, valorizadas e poderão ser replicadas para todo o sistema de saúde.

 

A iniciativa é realizada em parceria com a Secretaria de Saúde do DF, Conselhos de Saúde, administrações regionais do Paranoá, São Sebastião, Itapoã, Jardim Botânico e a própria comunidade.

 

O Hospital Regional do Leste atende, atualmente, cerca de 2 mil pessoas por mês, vindas do Paranoá, São Sebastião, Itapoã e algumas da Região de Saúde Norte, como Sobradinho.

Leia também...