Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/05/12 às 3h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h46

Secretaria de Transparência aponta irregularidades em doações feitas em 2009 por Secretaria do GDF

COMPARTILHAR

Auditoria realizada pela Secretaria de Transparência e Controle do DF apontou irregularidades em doações recebidas, no ano de 2009, pela Secretaria de Ciência e Tecnologia, comandada à época pelo então secretário Izalci Lucas. 

Além de receber da Receita Federal diversos produtos como: lingeries, cosméticos, jogos eletrônicos, brinquedos e até fixadores de dentadura; o Órgão também recebeu cerca de 200 computadores do Tribunal de Contas da União.  

O fato das mercadorias recebidas da Receita não terem pertinência com a área de atuação daquela Secretaria chamou a atenção dos auditores. Além disso, encontrou-se apenas o registro de recebimento dos produtos pela Secretaria de Ciência e Tecnologia, no entanto, não foi possível localizar a destinação final dos mesmos.
 
O Secretário de Transparência, Carlos Higino Ribeiro de Alencar informou que surgiram elementos que apontam a possível participação do ex-secretário de Ciência e Tecnologia Izalci Lucas na prática de alguns atos potencialmente irregulares relativos a essas mercadorias. “A primeira coisa que chamou a atenção é que não havia pertinência entre as mercadorias e a atividade da secretaria”, explicou Higino. “O principal programa social da Pasta era de inclusão digital, que nada tem a ver com sutiãs, perfumes ou baralho”, observou.
 
A Secretaria de Transparência apura o envolvimento de servidores por meio de processo administrativo disciplinar (PAD).
 
As denúncias foram encaminhadas ao Ministério Público Federal. O Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, vai analisar se pede ao Superior Tribunal de Justiça – STJ a abertura de inquérito para investigar o caso.
 
Veja a repercussão na mídia: