Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/07/13 às 18h45 - Atualizado em 29/10/18 às 15h46

Secretaria de Transparência divulga informações sobre eventos culturais promovidos pelo GDF

COMPARTILHAR

“A transparência é o melhor remédio contra a corrupção”, afirma a secretária Vânia Vieira

A Secretaria de Transparência e Controle lança, nesta sexta-feira (12/07), uma nova consulta no Portal da Transparência do Distrito Federal (http://www.transparencia.df.gov.br/sitePages/ShowEvento.aspx), com informações sobre shows e eventos culturais promovidos pelo GDF.

Essa nova ferramenta permitirá ao cidadão obter dados detalhados e mensalmente atualizados sobre data e local dos eventos; bandas, grupos e artistas contratados; empresas e agenciadores intermediários da contratação; órgãos públicos contratantes e valores de cachês pagos.

De acordo com a Secretária de Transparência, Vânia Vieira, a divulgação desses dados tem por objetivo ampliar a transparência e possibilitar o controle social dos recursos destinados às ações culturais. “A transparência é o melhor remédio contra a má aplicação do dinheiro público. Com a publicação dessas informações, esperamos inibir a ocorrência de problemas nessa área. Trata-se de mais um importante passo dado por este Governo no aumento da transparência”, afirmou.

A divulgação de dados sobre eventos culturais no Portal da Transparência complementa as medidas também tomadas hoje pela Secretaria de Cultura que instituiu, por meio de Portaria Nº 44, de 11 de julho de 2013, publicada no DODF, o Sistema Geral de Cadastro – SISCULT para cadastrar artistas interessados em prestar serviços ao GDF. O sistema democratizará a contratação de artistas, gerando oportunidade aos mais diversos grupos artísticos do Distrito Federal e entorno, além de modernizar, simplificar e padronizar os procedimentos de contratação, garantindo maior agilidade e, principalmente, transparência ao processo.

A Secretaria de Cultura também publicou Portaria Nº 45, de 11 de julho de 2013, que suspende por 30 dias as contratações de artistas por inexigibilidade de licitação para que possam adequar os procedimentos às novas regras estabelecidas.