Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/05/13 às 21h35 - Atualizado em 29/10/18 às 15h46

Secretaria de Transparência inicia auditoria no processo de compra de capas de chuva pela PMDF

COMPARTILHAR

Foi aberta hoje (02/05) uma auditoria da Secretaria de Transparência e Controle do Distrito Federal com o objetivo específico de examinar o processo de aquisição das capas de chuva para a PMDF, em especial o preço e quantitativo estimados e a especificação definida.

A prioridade da auditoria, neste momento, é verificar o processo referente às capas para que o GDF possa dar uma rápida resposta à sociedade. Em seguida, a Secretaria da Transparência, seguindo metodologia própria de qualquer auditoria, que estabelece os critérios de relevância, materialidade e criticidade para a definição da amostra dos processos a ser auditados, verificará também outros itens previstos no processo de aquisição de equipamentos para a PMDF.

A previsão é a de que o trabalho sobre as capas de chuva seja concluído até o final da próxima semana. Poderá haver punição caso seja comprovado que houve má-fé ou tentativa de fraude. A princípio, segundo explica a Secretária de Transparência, Vânia Vieira, o que parece ter ocorrido foram falhas administrativas na preparação do processo de compras, cuja licitação não chegou a ser iniciada, não havendo dano ou prejuízo ao erário.

“Por isso, a transparência é tão importante”, destaca a Secretária. “Como todos os órgãos de controle trabalham por amostragem, é com a divulgação das informações que a sociedade e a imprensa podem acompanhar a aplicação dos recursos públicos e ajudar o governo a identificar indícios de problemas.”

O caso das capas de chuvas da PMDF veio a público porque a Secretaria de Transparência lançou há 10 dias, por determinação do Governador Agnelo Queiroz, Portal de Transparência específico para a Copa (www.transparencia.df.gov.br/copa) a fim de ampliar a divulgação das informações sobre os investimentos do GDF para a Copa. Constatado o problema, o processo de aquisição das capas de chuva foi cautelarmente suspenso pelo Governador para que a auditoria da Secretaria de Transparência possa examiná-lo  previamente.