Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/05/19 às 15h14 - Atualizado em 21/05/19 às 16h01

Sociedade quer atuação rápida e efetiva dos órgãos de controle na solução dos problemas da administração pública, diz controlador do DF

COMPARTILHAR

A afirmação foi na abertura da IV Semana de Controle Interno, Transparência, Ouvidoria e Correição, em Brasília (DF)

 

O controlador-geral do  Distrito Federal, Aldemario Araújo Castro, afirmou na abertura da IV Semana de Controle Interno, Transparência, Ouvidoria e Correição, que a sociedade quer instituições de controle que funcionem de forma rápida e efetiva na solução dos problemas da administração pública.

 

Segundo ele, olhando para a administração pública do DF e como ela se construiu até hoje, é possível encontrar inúmeras dificuldades e problemas, mas isso não é um problema do governo passado ou retrasado, é um processo de anos.

 

“Existem vários segmentos que funcionam muito bem, mas no geral é muito sofrível funcionamento da administração, os níveis de desarranjos, ilicitudes e corrupção é significativo. E me parece que isso baliza como o controle vai funcionar. As várias áreas do controle terminam tendo o tom da sua atuação definido por essa forma como a administração pública no DF se coloca. Parece que uma das principais funções da nossa atuação é aumentar a expectativa de controle. Da forma como administração pública funciona no DF e a própria expectativa do cidadão e da sociedade é que se crie instituições de controle que funcionem de forma mais efetiva e mais rápida, que possam dar respostas para esse nível atual de organização da administração pública”, ressaltou.

 

Aldemario Castro ainda destacou que um evento como esse tem uma importância muito grande porque é possível analisar o que a CGDF faz nessas várias áreas de atuação e ouvir de especialistas o que existe de mais novo nessas áreas. “Isso é um insumo muito importante para o que vamos fazer na sequência, para termos condições de tirar muito proveito e estabelecer níveis cada vez mais efetivos, produtivos e úteis de funcionamento da administração pública”, disse.

 

O diretor executivo da Escola de Governo, Alex Almeida, e a presidente da Enap, Aline Soares, também participaram da abertura. Para Alex Almeida, o evento vai discutir temas importantes como prevenção e combate à corrupção, além de temas inovadores que serão abordados em diversas oficinas que ocorrerão nas dependências Escola de Governo. “Os temas que serão abrangidos têm importância não só para o DF, mas também para nosso país”, falou.

 

Já a presidente da Enap destacou que o papel das escolas de governo e de eventos como esse é fundamental. “Nós temos instituições, mas elas são feitas de pessoas. Um livro muito interessante que retrata isso se chama Por que as nações fracassam? Nesse livro retrata-se bem a diferença de democracias e nações que são prósperas e países onde existe uma falha. E a grande diferença está na força das suas instituições. E quando falamos da força das instituições, falamos das pessoas que atuam nelas. É preciso que os servidores sejam motivados a construir instituições cada vez mais fortes, porque o nosso país e o nosso estado precisam de servidores comprometidos para que possamos vencer as crises e dificuldades”, alertou.

 

A semana é promovida pela CGDF, em parceria com a Escola de Governo do Distrito Federal (Egov) e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), nos dias 14, 15 e 16 desta semana, no Instituto Serzedello Corrêa, em Brasília (DF). O objetivo da semana é capacitar, atualizar e integrar os participantes nas áreas de correição, transparência, controle interno e ouvidoria. O evento é voltado para servidores federais e estaduais que atuam nessas áreas, e estudantes universitários que cursam temas correlatos.

 

As palestras estão sendo transmitidas pelo canal da CGDF no You Tube: https://www.youtube.com/channel/UC91dBaEGtoXAzVNpJUJ9HQQ/featured