Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/12/21 às 17h09 - Atualizado em 8/12/21 às 15h02

DF recebe recursos para investir em ações de combate à corrupção

                                                                                                                                                                  Foto: Ed Ferreira/MPDFT

O valor será utilizado em programas de auditoria pública, controle social e de fomento à transparência da gestão pública

 

Na terça-feira (7), o Governo do Distrito Federal esteve presente na cerimônia que celebrou a transferência de R$ 1 milhão que será investido em ações de combate à corrupção no DF. O valor foi transferido para o Fundo Distrital de Combate à Corrupção (FDCC), criado pelo GDF por meio da Lei nº 6.335/19 para promover ações de auditoria pública, ouvidoria, controle social, transparência e programas educativos relacionadas à formação cidadã e ética para a fiscalização da gestão pública.

 

O conselho do Fundo Distrital de Combate à Corrupção é presidido pela Controladoria-Geral do DF (CGDF) e composto por membros da Procuradoria-Geral do DF, do Ministério Público do DF, da Polícia Civil do DF e de dois representantes de entidades civis indicados. Para celebrar os primeiros investimentos recebidos pelo FDCC, estiveram presentes o controlador-geral do DF, Paulo Martins, que na ocasião representou o governador Ibaneis Rocha, o secretário de Economia, André Clemente, e o chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha. O evento faz parte da programação da Semana de Integridade e Combate à Corrupção da CGDF.

 

“Combater a corrupção não é uma tarefa fácil. É uma missão que exige esforços e mudanças de todos os lados. O Fundo Distrital de Combate à Corrupção vai nessa direção, como um mecanismo importante e capaz de reunir todos os órgãos que atuam diretamente nesse tema. Tenho certeza de que com os recursos destinados teremos um resultado ainda mais positivo”, destacou o controlador-geral do DF, Paulo Martins.

 

A transferência de R$ 1.167.730 milhão foi realizada pelo MPDFT e é fruto de condenações em casos de corrupção que retornam em benefício da sociedade. O presidente do Fundo Distrital de Combate à Corrupção, Guilherme Modesto, destacou o trabalho que vem sendo realizado com a união dos órgãos no Conselho do FDCC: “Com as verbas hoje transferidas, teremos a árdua missão de gerenciar os projetos que forem aprovados para que os recursos desviados retornem efetivamente à sociedade”.

 

Também participaram da cerimônia a procuradora de Justiça, Maria Rosynete de Oliveira Lima, a promotora de justiça, Livia Cruz Rabelo, a procuradora-geral do DF, Ludmila Lavocat Galvão, o representante da sociedade civil, Paulo Roberto de Moraes Muniz e o delegado-chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção, Wenderson Souza e Telles.