Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/11/17 às 17h49 - Atualizado em 29/10/18 às 15h04

CGDF participa do Fórum Nacional de Controle

COMPARTILHAR

Evento promovido pelo Tribunal de Contas da União foi finalizado com assinatura de carta-compromisso contendo medidas para maior integração entre o controle interno e externo

 

Trabalhar com prevenção, indo além do controle, atuar de forma integrada, ter uma visão sistêmica, capacitar as equipes e valorizar a transparência foram pontos recorrentes e que marcaram os painéis do I Fórum Nacional de Controle, realizado no Instituto Serzedello Corrêa (ISC), nos dias 26 e 27. Entre os temas apresentados nos dois dias estão controle interno e externo, prestação de contas de gestão, indicadores de governança e gestão, controle social e combate à corrupção. Também foi assinada, ao final, uma carta-compromisso.

 

O controlador-geral do DF, Henrique Ziller, palestrou no painel “Controle interno essencial à governança e ao compliance”, realizado no dia 27. Ele apresentou as iniciativas em andamento na Controladoria-Geral do DF, como a gestão de riscos que está sendo implantada na CGDF e em outros órgãos e entidades do Governo de Brasília; o projeto de controle social “Controladoria na Escola”; a implementação do modelo de controle interno desenvolvido pelo Instituto de Auditores Internos em parceria com o Banco Mundial – IA-CM; e o Programa de Estímulo à Integridade Pública.

 

Também, o controlador do DF explanou sobre a estrutura da Subcontroladoria de Controle Interno, que teve suas atividades divididas em “auditoria” e “inspeção”, conforme melhores práticas internacionais.

 

Ao final de sua apresentação, Ziller falou do sistema informatizado de ouvidoria – OUV DF, desenvolvido pela área de TI da CGDF e que já conquistou dois prêmios este ano, e do projeto de valorização do servidor, “Vida e Bem Estar”.

 

Idealizado e coordenado pelo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, o evento teve o objetivo de integrar as várias instituições de controle externo e interno com foco em ações conjuntas, proposição de nova legislação, desenvolvimento de atividades de capacitação, além de disseminação de boas práticas de governança.