Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
13/03/23 às 15h58 - Atualizado em 31/05/23 às 15h47

Controladoria mostra o trabalho dos auditores em série de oito capítulos

 

 

Combate à corrupção, trabalho preventivo e orientação aos órgãos são alguns exemplos dados pelos entrevistados

 

Oito auditores da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) participam da série “Profissão Auditor – CGDF” para falar um pouco sobre como é realizado o trabalho de auditoria na Controladoria, qual o impacto e como foi para cada um o processo de estudo para concurso para entrar no órgão. A série está disponível na TV Controladoria DF do YouTube e nas redes sociais da @cgdfoficial.

 

Participaram da série os auditores de controle interno da CGDF: Gustavo Lírio, Alexandra Joffily, Marcelo Maciel, Leonardo Fernandes, Débora Gonçalves, Airton Júnior, Luís Carvalho e Adrianno Maciel. Os vídeos são publicados sempre às quartas-feiras.

 

Confira a série.

 

“As pessoas têm a ideia de que a vida de um auditor se resume a ficar dentro de um escritório lendo páginas e páginas, quando não é nada disso. O auditor hoje está em campo, nos órgãos, orientando os servidores para evitar prejuízos, recomendando mudanças e fiscalizando o que foi feito para reaver recursos públicos pagos indevidamente. A atuação do auditor garante um governo mais próximo ao que o cidadão espera”, ressalta o controlador-geral do DF, Daniel Lima.

 

A série mostra, por exemplo, que em apenas uma auditoria foi possível reaver mais de R$2,5 milhões. Outro capítulo fala sobre uma parte dos auditores que acompanha os órgãos para evitar problemas e impedir gastos incorretos de recursos públicos, de forma preventiva. Para um auditor de Controle Interno, também é possível atuar em outras áreas, como a Tecnologia da Informação.

 

Os oito capítulos trazem ainda a perspectiva dos atuais auditores que um dia já foram concurseiros e passaram por toda a preparação de estudos necessária. O concurso público para auditores de Controle Interno ficou com as inscrições abertas entre os dias 15 de fevereiro e 8 de março. São 243 vagas de nível superior, sendo 147 para cadastro reserva, com remuneração inicial de R$ 13 mil. Para este concurso, há duas especialidades de auditores de controle interno: finanças e controle e planejamento e orçamento.

 

O subcontrolador de Controle Interno da CGDF, Rodrigo Ramos, conta que as equipes da Controladoria do DF estão ansiosas pelos novos servidores: “Quanto mais pessoas tivermos empenhadas na missão, mais aumenta o nosso poder de alcance. Temos muitos projetos grandes e que serão referência no Brasil em controle interno e esses novos colegas nos ajudarão na implementação deles”.

Governo do Distrito Federal