Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/12/21 às 17h37 - Atualizado em 21/12/21 às 17h43

DF alcança uma das maiores pontuações no Índice de Transformação Digital e Integridade

 

O Índice avalia os esforços governamentais para implementar iniciativas digitais que melhorem a transparência e o controle social, entre outras ações

 

O Distrito Federal foi um dos destaques entre os entes federativos do Brasil que alcançaram as maiores pontuações do Índice de Transformação Digital e Integridade (ITDI), divulgado no dia 15 de dezembro. O índice avalia as iniciativas digitais que busquem melhorar a transparência e dados abertos, participação e engajamento do cidadão, serviços e compras públicas, segurança da informação e proteção de dados pessoais.  Os estados com maior pontuação foram considerados com ITDI alto.

 

O DF também recebeu pontuação máxima quando o tema era dados sobre receitas públicas para a fiscalização da arrecadação e compreensão da execução orçamentária. A Controladoria-Geral do DF é a atual responsável pela gestão da transparência, controle social e da governança no Governo do Distrito Federal.

 

“Esse tipo de avaliação reconhece o esforço de todos os órgãos envolvidos, mas também nos aponta para melhorias. Contamos também com a troca de informações e experiências com os estados, assim como nos disponibilizamos a doar nosso conhecimento sobre os nossos pontos fortes, conforme avaliação no ITDI”, ressaltou o controlador-geral do DF, Paulo Martins.

 

No tema Portal de Serviços e SuperApps, o DF ficou em 2º lugar no ranking com outros entes federativos, graças ao e-GDF, aplicativo com diversos serviços públicos de fácil acesso ao cidadão.

 

A subcontroladora de Transparência e Controle social da CGDF, Rejane Vaz, explica que um bom exemplo de avanço no direito de acesso à informação é a promoção da transparência e a fiscalização do poder público por meio da promulgação da Lei de Acesso à Informação (LAI): “Em oito anos de vigência, a LAI tornou-se o marco mais respeitável para a ascensão da transparência ativa e passiva no Brasil, incluindo os ambientes digitais”.

 

A subcontroladora destaca ainda que o DF atingiu o máximo do Índice de Transparência Passiva (ITA), em 2021, em todos os órgãos e entidades que compõem o GDF. Essa foi a primeira vez que os 96 órgãos, juntos, alcançaram os 100% do ITA, o que demonstra resultado do trabalho.

 

Segundo o Transparência Internacional, organização responsável pelo Índice, as oportunidades trazidas pela transformação digital para o setor público são conhecidas, por exemplo, por: estimular a inovação, ampliar a eficiência de processos, melhorar bens e serviços públicos, promover políticas públicas baseadas em dados empíricos. Há também uma oportunidade imensa de fortalecer mecanismos para identificar e conter desvios, fraudes e mau uso de dinheiro público. Com a pandemia de Covid-19, essas oportunidades ficaram ainda mais evidentes para gestores públicos e para a sociedade civil.