Governo do Distrito Federal
15/03/22 às 17h41 - Atualizado em 11/05/22 às 18h56

Em cinco anos, cresce em 86% número de registros em ouvidorias do GDF

 

Aumento demonstra mais participação da população em solicitações, elogios, denúncias e reclamações. Boa parte se deu em meio à pandemia

 

 

O relatório da Rede de Ouvidorias do GDF trouxe um dado inédito. Em cinco anos, as Ouvidorias do Governo do Distrito Federal aumentaram em 86% o recebimento de registros dos cidadãos. Em comparativo entre 2017 e 2021, houve um salto de 157.527 para 293.306 das manifestações realizadas pela população, que se dividem entre solicitações, denúncias, reclamações e elogios. O documento, elaborado pela Ouvidoria-Geral do Distrito Federal (OGDF), unidade da Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF), também revelou que 27% do total desse avanço se deu no período de pandemia. Os dados demonstram mais participação da população do DF, e foram divulgados em celebração ao Dia do Ouvidor, comemorado em 16 de março.

 

Para se ter uma ideia, durante a pandemia (entre março de 2020 até 11 de março de 2022) foram recebidas mais de 7 mil manifestações sobre irregularidades relacionadas ao descumprimento das regras vigentes em relação ao combate do coronavírus. Tais informações ajudaram o DF Legal a realizar o trabalho de fiscalização. “Esse é só um exemplo de como a participação do cidadão pode ajudar o GDF a prestar um serviço mais adequado às necessidades da população e com mais qualidade”, destaca a ouvidora-geral do DF, Cecília Fonseca.

 

Outro marco inédito foi a superação de registros que a população realizou pela internet, que pela primeira vez superaram os registros por telefone, refletindo uma mudança na escolha do cidadão para o contato: em 2021 o sistema eletrônico ouv.df.gov.br registrou 52,30% das manifestações, já a Central 162 recebeu 40,70% desses contatos. Em 2020 e nos anos anteriores, o canal predominante foi a Central 162, com 51,40% das manifestações.

 

A Rede de Ouvidorias do GDF é composta por 130 ouvidorias para atendimento ao cidadão, com cerca de 300 servidores públicos envolvidos e compromissados em atender todas as demandas da população do DF. Em 2021, as manifestações recebidas nas ouvidorias atingiram 293.306 registros, um aumento de 16,8% do volume recebido em comparação com 2020, que alcançou 251.792 manifestações, como mostra o Relatório Anual publicado pela CGDF.

 

“Vimos que a população está mais participativa, atuando mais junto às ouvidorias dos órgãos públicos do Distrito Federal, exercendo controle social e contribuindo para a melhoria no atendimento por parte do governo de Brasília. Esse tipo de resultado é extremamente positivo, pois quanto mais o cidadão participa, mais o GDF consegue entregar um serviço público que abrace suas necessidades”, pontua o controlador-geral do DF, Paulo Wanderson Martins.

 

O Relatório aponta também que as reclamações foram predominantes em 2021, seguidos pelas solicitações, que representam 22% das demandas de serviços de manutenção urbana, como poda de árvore, tapa buraco, coleta de entulho e também pedidos relacionados à vacina Covid-19. Elogios também são registrados na Ouvidoria e demonstram a satisfação da população com a prestação de serviço ou o atendimento qualificado de demandas. Foram 12.401 elogios alcançando todos os órgãos do GDF em 2021. O órgão que mais recebeu elogios em 2021 foi a Secretaria de Estado de Saúde do DF, com 6.590 manifestações positivas do cidadão, sendo a maioria destinadas aos servidores públicos da Secretaria.

 

O cidadão que utiliza os serviços de Ouvidoria é convidado, ao final, a avaliar a resolução e a qualidade do atendimento. Em 2021 foram feitas 36.193 avaliações do cidadão, sendo que 71% recomendam o serviço de ouvidoria, 63% estão satisfeitos, 46% aprovaram a resposta recebida e 40% tiveram suas demandas resolvidas. “Esse índice de resolutividade vem aumentando a cada ano, indicando que o cidadão está cada dia mais ciente do seu papel no controle social, beneficiando a sociedade e si próprio”, conclui a ouvidora-geral do DF, Cecília Fonseca.

Governo do Distrito Federal